quinta-feira, 24 de novembro de 2011

MY LADY OF ME /// MINHA SENHORA DE MIM – Maria Teresa Horta




MY LADY OF ME


With myself I disagree

oh my lady

of me

   
not for weariness or pain

or the body that I feign

   
 With myself I disagree
  
oh my lady

of me


there is no meeting of minds

with the lover in my arms


With myself I disagree

oh my lady

of me

   
for I deny the unrest

 in the depth of my breast


in Poesia Reunida, 2009
 
© Translation by Ana Hudson, 2010

#

MINHA SENHORA DE MIM

 
Comigo me desavim

minha senhora

de mim

 
sem ser dor ou ser cansaço

nem o corpo que disfarço

 
Comigo me desavim

minha senhora

de mim

 
nunca dizendo comigo

o amigo nos meus braços

 
Comigo me desavim

minha senhora

de mim

 

recusando o que é desfeito

no interior do meu peito  


Minha Senhora de Mim, Editorial Futura, 1974 - Lisboa, Portugal

3 comentários:

Ka disse...

Este poema é lindíssimo!
É bom ver-te de volta ás actividades blogosféricas :)

pinguim disse...

Saudosos "Cadernos de Poesia" da D.Quixote. Possuo a colecção completa, uma relíquia...

Maria Quintans disse...

belíssimo o teu blog! parabéns!